Header Ads

Narrador do Sportv quebra o protocolo e detona Ricardo Teixeira

Contrariando a espécie de aliança velada dos canais da Globo com a CBF, equilibrada em bases comerciais, o narrador Milton Leite, do Sportv, quebrou o silêncio e publicou uma série de críticas a Ricardo Teixeira em seu blog pessoal, que fica fora do ambiente oficial das organizações, num espaço independente .


Milton publicou um texto comentando a reportagem da revista Piauí, que fez um extenso perfil de Teixeira escrito pela jornalista Daniela Pinheiro. “Não há muito a dizer, apenas lamentar”, resumiu o narrador.
“Primeiro, a maneira vulgar como ele fala a respeito de quase tudo. Usando palavrões e mais palavrões, mesmo sabendo que todas aquelas conversas seriam transformadas em uma grande reportagem. O linguajar de mesa de botequim fica ainda mais indelicado considerando-se que a entrevistadora era uma mulher”, continuou Milton.

O narrador também disse que Teixeira se considera “acima do bem e do mal”, e criticou as ameaças do presidente da CBF à imprensa, com a imposição de dificuldades ao trabalho dos jornalistas.
“Se em nome da CBF ele pode até falar o que quiser, sempre alegando que a entidade é privada e não recebe dinheiro público (o que é meia verdade, porque o futebol já é considerado patrimônio nacional, ou seja, não tem dono), como presidente do Comitê Organizador da Copa do Mundo ele não tem o direito de pronunciar as barbaridades que estão na revista”, avaliou Milton Leite.
Para encerrar o seu desabafo, o narrador pede medidas contra o presidente da CBF: “Está mais do que na hora de o Governo Federal fazer valer a sua posição de investidor maior do evento e frear o comportamento fora de propósito de quem está gerindo o maior evento esportivo que o país já sediou”.

 COMENTÁRIO NA INTEGRA

Ricardo Texeira e a "Piauí"

Milton Leite

De volta à minha rotina, finalmente consegui ler com cuidado o perfil de Ricardo Teixeira escrito pela jornalista Daniela Pinheiro para a Revista Piauí. E escrevo sobre ele atendendo às muitas cobranças feitas pelas pessoas que me acompanham aqui ou no Twitter.
E não há muito a dizer, apenas lamentar. Primeiro, a maneira vulgar como ele fala a respeito de quase tudo. Usando palavrões e mais palavrões, mesmo sabendo que todas aquelas conversas seriam transformadas em uma grande reportagem. O linguajar de mesa de botequim fica ainda mais indelicado considerando-se que a entrevistadora era uma mulher.
Além disso, chama a atenção o fato de Ricardo Teixeira considerar-se acima do bem e do mal, poderoso ao extremo, a ponto de menosprezar veículos de comunicação e autoridades sem a menor cerimônia. E mais: ameaçar com esse poder aqueles que pretendem cobrir a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, vetando credenciais e tentando dificultar quem quer trabalhar. Se em nome da CBF ele pode até falar o que quiser, sempre alegando que a entidade é privada e não recebe dinheiro público (o que é meia verdade, porque o futebol já é considerado patrimônio nacional, ou seja, não tem dono), como presidente do Comitê Organizador da Copa do Mundo ele não tem o direito de pronunciar as barbaridades que estão na revista, já que no Mundial há bilhões de dinheiro público envolvidos, há compromissos assinados pelo Estado, há facilidades oferecidas como isenção de impostos, licitações a toque de caixa e outras subserviências.
Não basta a presidente Dilma Russef não receber Ricardo Teixeira em Brasília, num sinal claro de que não concorda com a maneira como as coisas são encaminhadas por ele. Está mais do que na hora de o Governo Federal fazer valer a sua posição de investidor maior do evento e frear o comportamento fora de propósito de quem está gerindo o maior evento esportivo que o país já sediou.
No mais, parabéns para Daniela Pinheiro pelo belo texto, pelos detalhes que expõem de maneira tão clara um dos homens mais poderosos do Brasil de hoje.

Nenhum comentário

Olá! Seja muito bem-vindo, nós já sabíamos, que você iria registrar seu comentário nesta informação. Para interagir é fácil. Redija seu comentário, em seguida marque uma das opções da caixa comentar como. Coloque seus dados eletrônicos, mas atenção nada de caracteres especiais (@, _ etc). Ok. Preencha os caracteres de verificação de pessoas reais, e aguarde nossa apuração.

Sua opinião é muito importante para a construção da sabedoria humana.

Atenciosamente - Editores Audiência de TV

Tecnologia do Blogger.