Header Ads

SBT faz operação pente-fino em "Amor e Revolução"

A direção do SBT está acompanhando muito de perto todo o material da novela “Amor e Revolução”, o que já foi e o que ainda será gravado. Nada mais vai ao ar antes de receber o sinal verde da emissora. Além de cenas de sexo e violência, palavrões também estão sendo cortados, proibidos de serem apresentados.

Para quem, ao longo de toda sua existência, se rendeu ao padrão dos dramalhões mexicanos, o impacto de agora, com um produto que discute a Ditadura Militar e os seus desdobramentos, parece que foi bem além do esperado.

Na semana passada, depois de uma reunião com a cúpula da emissora, o diretor Reynaldo Boury passou o sábado praticamente inteiro na ilha de edição, retirando o que a casa considera inadequado para a televisão.

Embora não se admita e se use como desculpa a baixa audiência, há uma intervenção no trabalho. Uma medida que, curiosamente, vai contra a própria linha da história, que faz críticas a censura de outros tempos.

“Amor e Revolução”, após as modificações, vai procurar passar a imagem de novela tradicional. E bem comportada. Claro que não era este o seu objetivo.

Flávio Ricco.

Nenhum comentário

Olá! Seja muito bem-vindo, nós já sabíamos, que você iria registrar seu comentário nesta informação. Para interagir é fácil. Redija seu comentário, em seguida marque uma das opções da caixa comentar como. Coloque seus dados eletrônicos, mas atenção nada de caracteres especiais (@, _ etc). Ok. Preencha os caracteres de verificação de pessoas reais, e aguarde nossa apuração.

Sua opinião é muito importante para a construção da sabedoria humana.

Atenciosamente - Editores Audiência de TV

Tecnologia do Blogger.