segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Favela Movie faz paródia do cinema nacional




Morro Santa Marta, Rio de Janeiro. Policiais e bandidos travam um tiroteio favela acima. O dia está chuvoso, o clima está tenso. 

A típica cena de "favela movie" é, na verdade, paródia desse tipo de filme. 

Luz, câmera, ação! À frente da tropa estão os atrapalhados policiais Tranquilo e Nervoso. Do outro lado, Diaba Loura, uma travesti traficante, mais preocupada em retocar o blush do que se safar dos pipocos. 

Corta. Esse é o primeiro take de ação de "Totalmente Inocentes", filme de estreia do diretor Rodrigo Bittencourt e a primeira produção nacional a parodiar o gênero que consagrou o Brasil nas telonas do mundo. 

A comédia, rodada em Paulínia (SP) e no Rio até 23 de agosto, deve estrear na metade do ano que vem. 

Ela satiriza cenas de "Cidade de Deus" (2002) e "Tropa de Elite" (2007), fazendo uma salada mista colorida com os clichês dos filmes sobre a realidade brasileira.

"O filme, porém, não é uma sequência de esquetes de humor. A trama gira em torno das aventuras de três amigos...", instiga Rodrigo. 

DADINHO É O C...
 
... meu nome é Tranquilo. 

O festival de sátiras começa no elenco -o policial aloprado é Leandro Firmino, que interpretou o Zé Pequeno em "Cidade de Deus". Na pele de seu colega Nervoso, Fabio Lago, o perigoso traficante Baiano, de "Tropa de Elite". 

A dupla patrulha a favela DDC (sacou o trocadilho com as iniciais de Cidade de Deus?), onde vive Da Fé (Lucas D'Jesus), o protagonista. Sonhador, ele é apaixonado pela musa Gildinha, irmã de Bracinho, seu melhor amigo. 

"Eu me identifico com o Da Fé, também sou do tipo que faz serenata", diz Lucas, 14, ex-"Malhação". 

Para conquistá-la, no entanto, Da Fé convoca seu irmão, Torrado, e Bracinho para uma missão nada romântica: tomar a chefia do morro. "O lance é que ele não tem talento nem para roubar galinha", conta o diretor. "Eles são totalmente inocentes." 

Após muita frustração, Da Fé conhece Wanderlei, o jornalista "loser" da revista "Taras e Tiros", que, para se dar bem, faz uma matéria de capa contando como são perigosos os três bandidinhos. Foi armada a confusão. 

A partir de então, o trio é perseguido por todos os chefões da favela. Em cena que satiriza "Cidade de Deus", Da Fé é cercado pelo dono do morro e pela Diaba Loura, líder de uma gangue fashion de bandidos gays. "Aqui na DDC, se correr o bicho pega, se ficar a bicha come", choraminga Da Fé. 

Toda a confusão é narrada pela webcelebridade Felipe Neto, o locutor do vlog (blog em vídeo) da favela. Ele se diz fã de comédias como "Se Eu Fosse Você", recordista de bilheteria. "O cinema brasileiro só quer fazer filme cult. Mas a massa gosta mesmo é de se divertir."

0 CLIQUE AQUI E COMENTE !:

Postar um comentário

Olá! Seja muito bem-vindo, nós já sabíamos, que você iria registrar seu comentário nesta informação. Para interagir é fácil. Redija seu comentário, em seguida marque uma das opções da caixa comentar como. Coloque seus dados eletrônicos, mas atenção nada de caracteres especiais (@, _ etc). Ok. Preencha os caracteres de verificação de pessoas reais, e aguarde nossa apuração.

Sua opinião é muito importante para a construção da sabedoria humana.

Atenciosamente - Editores Audiência de TV