sábado, 24 de setembro de 2011

Humorístico "Zorra Total" é acusado de incentivar assédio sexual

De acordo com informações do jornal "O Estado de S.Paulo", o humorístico "Zorra Total", da Globo, está na mira do Sindicato dos Metroviários de São Paulo e do PSTU.

Eles alegam que o quadro "Metrô Zorra Brasil" passa a imagem de que mulheres assediadas sexualmente nos vagões deveriam "aproveitar" a situação.

Por conta disso, panfletos contra o programa estão sendo distribuídos na entrada da estação da Sé, em SP.

Procurada pelo NaTelinha, a Central Globo de Comunicação disse que "o Zorra Total é um programa humorístico cujos quadros trazem situações fictícias dissociadas da realidade. O quadro em questão não incita qualquer comportamento, muito menos a violência contra a mulher. Seu objetivo é entreter o telespectador, no que, acreditamos, é bem-sucedido. A TV Globo se orgulha de ser um veículo de comunicação que sempre defendeu os direitos da mulher em campanhas de conscientização, no seu conteúdo jornalístico e nas ações de responsabilidade social veiculadas em suas obras de dramaturgia".

Um comentário:

  1. Agora?Se fosse o Rafinha Bastos isso já tinha acontecido mas como é a globo

    ResponderExcluir

Olá! Seja muito bem-vindo, nós já sabíamos, que você iria registrar seu comentário nesta informação. Para interagir é fácil. Redija seu comentário, em seguida marque uma das opções da caixa comentar como. Coloque seus dados eletrônicos, mas atenção nada de caracteres especiais (@, _ etc). Ok. Preencha os caracteres de verificação de pessoas reais, e aguarde nossa apuração.

Sua opinião é muito importante para a construção da sabedoria humana.

Atenciosamente - Editores Audiência de TV