quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Globo demite dois seguranças, após agressão à jornalista

A Globo teria demitido os dois seguranças que acompanhavam Monalisa Perrone na segunda-feira, quando a repórter foi agredida ao vivo na porta do hospital Sírio-Libanês, em SP. Funcionários terceirizados pela empresa Graber, os profissionais estavam lá para proteger o equipamento da emissora e não a equipe de jornalismo. Após o incidente, a ordem na Globo é de reformular todo o seu departamento de segurança. Monalisa Perrone chegou a abrir um boletim de ocorrência por lesão corporal causa da agressão. Procurada pela coluna, a assessoria da Globo disse que não comenta assuntos de segurança. A empresa Graber não retornou às ligações da coluna.

2 comentários:

  1. ELA ESTÁ TRABALHANDO ENQUANTO OS OUTROS APENAS ZUANDO, ALIÁS É ISSO QUE O BRASILEIRO ADORA FAZER!!!ESSE CARA É TOTALMENTE ESCROTO, PORQUE INVÉS DELE FICAR ESPERANDO ALGUM REPORTER DA GLOBO ENTRAR AO VIVO NO AR, ELE NÃO VAI ESTUDAR, NÃO VAI PROCURAR UM EMPREGO MELHOR, PORQUE COM CERTEZA ATENDENTE DE TELEMARKETING ELE GANHA MUITO POUCO,SÓ SE ELE GANHA POR FORA PRA FAZER ESSE TIPO DE COISA, POIS PRA MIM É UM GRANDE DESOCUPADO!!!

    ResponderExcluir
  2. pelo amor de Deus, aquilo foi agressão? ô povinho mimado em!

    ResponderExcluir

Olá! Seja muito bem-vindo, nós já sabíamos, que você iria registrar seu comentário nesta informação. Para interagir é fácil. Redija seu comentário, em seguida marque uma das opções da caixa comentar como. Coloque seus dados eletrônicos, mas atenção nada de caracteres especiais (@, _ etc). Ok. Preencha os caracteres de verificação de pessoas reais, e aguarde nossa apuração.

Sua opinião é muito importante para a construção da sabedoria humana.

Atenciosamente - Editores Audiência de TV