domingo, 15 de janeiro de 2012

"Dercy", curta demais para ser "de verdade"

Nilson Xavier

Dercy de Verdade terminou nesta sexta-feira (dia 13/01/2012) e deixou aquela sensação de quero mais. Em quatro capítulos, a minissérie atropelou a vida da artista: foi muito pouco para contar a sua história e mostrar a verdadeira Dercy, como sugeria o título. Poderia ter tido pelo menos mais quatro capítulos.

Fafy Siqueira brilhou na pele da protagonista. Independente da atuação de Heloísa Périssé e sem desmerecer o trabalho dela, Fafy mostrou uma imagem de Dercy Gonçalves que é a mais próxima e fiel da que temos guardada em nossa memória. E Fafy interpretou Dercy, o que é diferente de imitar – que é o que Fafy faz muito bem com as imagens de Roberto Carlos e Ronald Golias.

Algumas participações no elenco chamaram a atenção. Nizo Neto, filho de Chico Anysio, interpretou o pai. Carlos Loffler, neto de Oscarito, viveu seu avô, assim como Mário Wilson, que viveu o avô Max Wilson. Vanessa Goulart, bisneta da atriz Eleonor Bruno – que era mãe de Nicette Bruno – interpretou a bisavó. E Bruno Boni, o filho caçula de Boni, estava lá, não para interpretar o pai, mas pelo menos para representá-lo.

Um comentário:

  1. Assisti a mini série e fiquei fascinado,muito bom!!e realmente gostaria que tivesse mais...valeu.

    ResponderExcluir

Olá! Seja muito bem-vindo, nós já sabíamos, que você iria registrar seu comentário nesta informação. Para interagir é fácil. Redija seu comentário, em seguida marque uma das opções da caixa comentar como. Coloque seus dados eletrônicos, mas atenção nada de caracteres especiais (@, _ etc). Ok. Preencha os caracteres de verificação de pessoas reais, e aguarde nossa apuração.

Sua opinião é muito importante para a construção da sabedoria humana.

Atenciosamente - Editores Audiência de TV