Header Ads

TV via satélite bate o cabo em número de assinantes

O ano de 2011 marcou uma virada no mercado da TV paga brasileira: as operadoras via satélite tiveram, pela primeira vez, mais assinantes do que as que usam o cabo.

Em dezembro de 2010, o satélite representava 45,8% do mercado nacional e o cabo, 51%. A virada se deu em abril passado e, desde então, a diferença só aumentou.

Os dados da Anatel mostram que, em novembro, o satélite já tinha 54,1% do mercado (6.733.179 assinantes) e o cabo, 43,9% (5.461.859 assinantes).

A explicação, segundo a Anatel, é a tão falada ascensão da classe C, que favoreceu a expansão da TV via satélite (mais fácil de implantar) para as regiões mais pobres do país -Norte, Nordeste e Centro-Oeste (todas cresceram acima da média nacional em número de usuários).

"A vantagem do satélite é a abrangência", diz Maria Lucia Bardi, gerente da superintendência de comunicação de massa da Anatel.

"Como o cabo estava localizado nas capitais, algumas empresas que entraram com o DTH [serviço via satélite] foram atrás de um outro nicho, da classe C que estava fora das capitais e não tinha acesso ao cabo."

São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e o Distrito Federal são os únicos lugares em que o cabo ainda supera a TV via satélite em assinantes.

A informação é da coluna Outro Canal, assinada interinamente por Marco Aurélio Canônico e publicada na Folha desta terça-feira (10).

Nenhum comentário

Olá! Seja muito bem-vindo, nós já sabíamos, que você iria registrar seu comentário nesta informação. Para interagir é fácil. Redija seu comentário, em seguida marque uma das opções da caixa comentar como. Coloque seus dados eletrônicos, mas atenção nada de caracteres especiais (@, _ etc). Ok. Preencha os caracteres de verificação de pessoas reais, e aguarde nossa apuração.

Sua opinião é muito importante para a construção da sabedoria humana.

Atenciosamente - Editores Audiência de TV

Tecnologia do Blogger.