Header Ads

Globo e Record dividem personagem em tragédia no Egito

 Keila Jimenez

Logo após a notícia de um confronto de torcidas que resultou em mortes e muita gente ferida no estágio de Port Said, no Egito, as emissoras brasileiras sairam atrás de algum brasileiro que estivesse por lá no dia.
Eis que surge Mohamedd Youssefff, empresário que presenciou o massacre, e que falou com exclusividade ao "Jornal da Record" de quarta-feira (1). Em uma longa entrevista, ele contou detalhes da tragédia.
No domingo (5), o "Fantástico" (Globo) voltou a falar sobre o tema e anunciou uma entrevista exclusiva com um brasileiro que esteve no local durante o massacre: Mohammed Darwich, que andou pelo estádio destruído e falou sobre o ocorrido, com detalhes.
Apesar do sobrenome diferente, o Mohamedd da Record e o da Globo são a mesma pessoa. É que o empresário possui vários sobrenomes e, de propósito ou não,  cada emissora usou um.

Nenhum comentário

Olá! Seja muito bem-vindo, nós já sabíamos, que você iria registrar seu comentário nesta informação. Para interagir é fácil. Redija seu comentário, em seguida marque uma das opções da caixa comentar como. Coloque seus dados eletrônicos, mas atenção nada de caracteres especiais (@, _ etc). Ok. Preencha os caracteres de verificação de pessoas reais, e aguarde nossa apuração.

Sua opinião é muito importante para a construção da sabedoria humana.

Atenciosamente - Editores Audiência de TV

Tecnologia do Blogger.