Header Ads

Hora Zapping




(((Titanic da Rede TV!?)))


Por: Aldieres Welington

Era 28 de setembro de 2003, quando surgia na televisão brasileira, um humorístico a frente do seu tempo. A trupe do Pânico na TV, tão popular na Rádio Jovem Pan, ganhava o país pela tela da Rede TV!

Foram quase 9 anos no ar. Dentre os quadros de sucesso: A Hora da Morte, Lingeries em Perigo, que marcou a estreia de Sabrina Sato, recém saída da 3° edição do Big Brother Brasil; Sandálias da Humildade, que rendeu a Carolina Dieckmann o título de antipática; o Homem Berinjela; o Vô Num Vô caracterizando os “belos” e “feios” das praias do Brasil. Teve ainda: o Baixas Horas, Çoletrãno, Sili News e TV Comunidade. No entanto foi com O Impostor, que o programa virou hit em vários países. Sabrina, Alfinete e Zina e Sabrina no Senado também foram bastante prodigiosos. 

Para quem não se lembra a atração da Rede TV! somente emplacou na audiência, depois da falsa reportagem sobre o Primeiro Comandado da Capital exibida no programa Domingo Legal da Rede SBT. Naquela época o loiro Gugu imperava soberano nos domingos, causando dor de cabeça na vênus platinada. De lá pra cá, o Pânico na TV, passou a responder por 40% do faturamento do canal, em comerciais que chegavam aos 8 minutos de duração,  e também o único programa a atingir 2 dígitos de audiência. A saída da equipe para a Rede Band, só anuncia o Titanic, para mais uma emissora de televisão. O buraco que o programa deixa, em termos de faturamento, audiência e tempo de vídeo, é a mesma representação da batida rasgante no iceberg. A emissora já vinha caminhando com muitas baixas: Campeonato Brasileiro, Operação de Risco e UFC Combate e atrasos nos pagamentos do Campeonato Italiano. Diante do acúmulo de inúmeras derrotas comerciais, para a diversificação da grade, cai o interesse dos anunciantes, a emissora passou a ter uma concentrada baixa no casting, no orçamento, em atrasos salariais e no pagamento em dia com as produtoras parceiras das licenças adquiridas. É claro que o fator de mal gerenciado, também assume a sua parcela de culpa.  

A coluna Hora Zapping quer saber: existe salvação para a menor das 5 maiores emissoras de TV aberta do Brasil? A resposta é sim. A Rede TV! assim como as demais emissoras eram em jogar, sobre uma atração toda a responsabilidade do canal. 

Vamos enveredar primeiramente pelas manhas do canal. O Manhã Maior é uma das grandes apostas para facilitar o trabalho do setor comercial. As peças publicitárias têm uma queda por revistas eletrônicas. É nítido também que o segmento da manhã ficará bastante tímido no eixo infantil. Globo e Record irão concentrar toda atenção de suas manhãs no público adulto. Fica, portanto o período como uma válvula de escape, para novas apostas. Sem abrir mão da revista eletrônica, e sem emparelhar com a Srª Bonner. O Manhã Maior pode entrar mais cedo em vídeo, e sob o comando exclusivo de Regina Volpato. A atração passaria a ser sequenciada pelo TV kids. Dentro deste aspecto a emissora ostenta o faturamento por meio da revista eletrônica e aumenta a participação da audiência por meio do infantil. 

A linha de shows do canal pode apresentar outra configuração. Hebe, O Encantador de Cães, Good News, O Último Passageiro, Ritmo Brasil, Mega Senha e as séries Blue Bloods, Three Rivers, Havai 5.0, Defenders e Star Trek, podem angariar um novo público ao canal e atrair inúmeros anunciantes, já que se colocariam produtos diferenciados. De segunda a sábado a emissora teriam uma programação atuante e diversificada. 

O domingo ficaria a cargo das primeiras damas. O Super Pop conta com a direção de Dirlan Jorge, que já foi diretor geral do Domingo Legal. Luciana Gimenez passaria a ocupar 4 horas diretas da programação, o atual formato do Super Pop ostenta quadros interessantes, mas a equipe terá que ser instigada a criar mais, para a doce competição dos domingos. A Rede TV! alerta que alguns dos integrantes do Pânico na TV, tem contratos exclusivos com o canal, o que denota tempo e cláusulas especificas. Na imprensa especializada, foi cogitado que a emissora iria oferecer o espaço para estes profissionais desenvolverem um novo programa de humor. Seria esta uma carta na manga. Se de fato a informação for procedente, já que contradiz a versão de Emílio Zurita, criador da atração, de que 100% da equipe fecharam contrato de 4 anos com a Rede Band. Estes profissionais devem ser remanejados para a atração de Luciana Gimenez. Caso não disponham, talentos não faltam ao país. Na sequência Daniela Albuquerque e a versão tupiniquim de Dr. Hollywood. Tanto o Super Pop quanto Dr. Hollywood já estão no mercado há algum tempo, e já somam certa credibilidade com o setor publicitário. O quesito audiência é uma reposta do tempo, já que TV é hábito. 

Para fechar o pacote, a re-exibição de Dexter de domingo a domingo após as meia noite, e sem cortes. O seriado já mostrou que tem público cativo, e não é tímido com os anunciantes. 

Na rede da família Saad, o Pânico na TV, chega com todas as pompas no domingo. Irão ocupar a faixa de horário, que está designada as séries Bones e Prison Break. O humorístico irá receber de Milton Neves, e o seu Terceiro Tempo uma audiência em torno de 5 pontos de média na grande São Paulo. Com popularidade que chega a assustar os homens de preto do CQC, até então pupila do canal do Morumbi, a nova atração e o contrato de ouro, chegará facilmente aos dois dígitos. A Rede Globo que andou comemorando a troca, pode se decepcionar com a torcida, pois a Band tem maior poder de alcance e popularidade que a Rede TV!, um fato que chama atenção é o fator de Pânico na TV e CQC em grade parte cobrirem de modo diferente os mesmos eventos. As produções das duas atrações terão que estabelecer um “tratado de pauta”, para que uma não sofra em prejuízo da outra. O elenco no canal que mais dá bola para o Brasil, agora tem a chance de se inovar. Depois dos 3 últimos anos arrastados, é hora de reciclar, conquistar novos espaço e faturar cifras. 

Tendo em vista os argumentos apresentados, a Rede TV! Tem dentro de casa a solução para os problemas. Seria de bom tom, enquadra cada qual no seu lugar, e gerenciar com mais cautela cada ação. Algumas medidas são paliativas e outras corretoras. Atendem a curto, médio e longos prazos, e não ferem os contratos firmados com venda de parte da programação. Só não devem parar no tempo, e não prover articulações no sentido de ampliar a oferta de produtos e serviços, e que a saída do Pânico na TV sirva de aprendizado. 

E você leitor do ADTV qual é a sua opinião?



4 comentários:

  1. Concordo em tudo dito acima, sempre falei que desenhos e series era sinonimo de audiencia o problema é que talvez eles foquem somente no faturamento ai vende-se mais espaço para os 'sai capeta' e pronto se danem os telespectadores

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que apesar de boa a Tv Brasileira ainda tem que dar um pouco mais de si para melhorar a audiência e entreter mais o público ta muito repetitivo. Domingão... Faustão.... Novelas não muito boa mas espero que melhore. manuel.mouse@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. HÁ ALGUM TEMPO ,Q A REDE RECORD VEM ALCANÇANDO PRIMEIRO LUGAR EM AUDIENCIA ,CREIO Q SO PERDE PRAS NOVELAS DA REDE GLOBO!E PQ? PQ REALMENTE PERCEBEU O DEVER DE AGRADAR UM MAIOR NUMERO POSSIVEIS DE PESSOAS E SUAS RESPECTIVAS CLASSES SOCIAS.SÉRIES E DESENHOS ,NOVELAS E DOCUMENTARIOS E SEM ESQUECER DE UM JORNALISMO DE RESPONSABILIDADE ...ESSE É O SEGREDO DE UMA TV ABERTA DE QUALIDADE.CLARO Q TUDO É MOVIDO PELO DINHEIRO E POR ELE( ÓBVIO),MAS NAO SE PODE POR 10M DE COMERCIAIS E 5 M DE PROGRAMAÇAO,E, ESSA AINDA POR SUA VEZ CHEIA DE MERCHAND,COMO REDE TV FAZIA!
    BEM ,NA VERDADE, QUEM PODE PAGAR ,Q PAGUE UMA TV A CABO PQ VC ESCOLHE O Q VÊ E NA HORA Q QUER!

    TV ABERTA É PURA MANIPULAÇAO DE OPNIAO PUBLICA !

    ResponderExcluir
  4. Acredito que isso pode ser um grande recomeço ou um final triste do programa. Confesso que fiquei surpreso pois realmente não sabia do fato.

    Pode ser que venha a continuar e aumentar mais ainda o sucesso (devido ao apoio da nova emissora) como pode virar um fracasso total caso não receba a devida atenção/investimentos. Resta esperar pra ver...

    Sou telespectador assíduo do programa. Acho o humor banal e diferente de tudo que ainda vemos na TV hoje em dia. O Pâncio na Tv realmente é inovador.

    ResponderExcluir

Olá! Seja muito bem-vindo, nós já sabíamos, que você iria registrar seu comentário nesta informação. Para interagir é fácil. Redija seu comentário, em seguida marque uma das opções da caixa comentar como. Coloque seus dados eletrônicos, mas atenção nada de caracteres especiais (@, _ etc). Ok. Preencha os caracteres de verificação de pessoas reais, e aguarde nossa apuração.

Sua opinião é muito importante para a construção da sabedoria humana.

Atenciosamente - Editores Audiência de TV

Tecnologia do Blogger.