Header Ads

Record não pode tratar "Rei Davi" como "Chris" ou "Pica Pau"

Flávio Ricco. 

Em se tratando do veículo televisão, aumentar a média de audiência diária e, em consequência, a mensal, é sempre muito importante. Praticamente uma obrigação para quem comanda o “brinquedo”.
Os bons resultados podem ser vistos como sinônimos de fidelização do público e acerto de grade, além de impulsionar o lado comercial. Simples assim.
Porém, alguns cuidados precisam ser tomados para evitar os tradicionais tiros no pé.
“Rei Davi”, por exemplo, não pode ocupar a mesma estante do “Pica Pau”, “Chaves” ou “Todo Mundo Odeia o Chris”.
As suas reprises surpresas estão incomodando até mesmo os profissionais envolvidos na produção.
Os exageros são sempre sinais de descontrole e falta de critério da área de programação.
Isso pode comprometer inclusive os bons resultados da edição inédita. Afinal, tudo o que é demais enjoa.

4 comentários:

  1. Isto prejudica até uma futura reprise.Está parecendo um ditado:"Quem nunca comeu mel quando come se lambuza"

    ResponderExcluir
  2. Tá incodado kkkkkkkkkkkk
    vai ter que ingoli
    kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. É VERDADE, ASSIM ACREDITO QUE LOGO QUE ACABAR A MINISSÉRIE, EM MENOS DE UM ANO A RECORD COLOCA DE NOVO!!! VAI ENCHER O SACO ISSO!!! NÓS PERCEBEMOS QUE A RECORD NÃO TEM NADA DE NOVO PRA COLOCAR NO LUGAR!!

    ResponderExcluir
  4. É enquanto as olimpiadas não vem engulam rei david

    ResponderExcluir

Olá! Seja muito bem-vindo, nós já sabíamos, que você iria registrar seu comentário nesta informação. Para interagir é fácil. Redija seu comentário, em seguida marque uma das opções da caixa comentar como. Coloque seus dados eletrônicos, mas atenção nada de caracteres especiais (@, _ etc). Ok. Preencha os caracteres de verificação de pessoas reais, e aguarde nossa apuração.

Sua opinião é muito importante para a construção da sabedoria humana.

Atenciosamente - Editores Audiência de TV

Tecnologia do Blogger.